Kinguio

Kinguio (Carassius auratus)

Família: Ciprinídeos
Temperatura: até 24ºC
pH: 6,8 - 7,6
Dureza: até 20 dH
Tamanho: 30 cm
Agressividade: Pacífico
Manutenção: Fácil
Zona do Aquário: Meio
Aquário Mínimo: 100 litros
Alimentação: Onívoro. Aceita bem ração.
Características: Existem muitas variedades que se distinguem pelo formato e coloração, as principais variedades quanto ao formato são, Cometa com cauda longa e simples, Rocket com a cauda de três pontas, Cauda de Borboleta com a cauda de quatro pontas, Oranda que apresenta protuberâncias de pele na cabeça, Telescópio que apresenta os olhos saltados, Celestiais que tem olhos saltados e virados para cima, Olhos de Bolha que são como os celestiais mas apresentam ainda bolhas de tecido sob os olhos, Ranchu que tem a cabeça coberta de protuberâncias de pele e não possuem nadadeira dorsal tendo o corpo compacto e a cauda curta, Pom Pom cujas protuberâncias formam estruturas que se elevam acima da cabeça podendo alguns apresentarem até apêndices filamentosos que sustentam essas estruturas penduradas. Quanto à coloração temos dourados, vermelhos, negros, marrons e com escamas transparentes, assim como misturas diversas destas cores. São peixes robustos e muito resistentes, comem de tudo, inclusive vegetais e frutas. Recomenda-se mantê-los apenas com exemplares de sua própria espécie, pois muitas variedades possuem nadadeiras longas e estruturas especiais que podem parecer apetitosas aos olhos dos outros peixes. São peixes muito ativos, mas bastante lentos.
Reprodução: Apenas na época da reprodução pode-se diferenciar os sexos. A fêmea apresenta a região anal bem mais volumosa e no macho se desenvolvem alguns nódulos nas nadadeiras peitorais, nas brânquias e na cabeça. Obter a reprodução da espécie em aquários é fácil e simples. Basta colocar dois machos e uma fêmea num aquário separado, com muitas plantas. As flutuantes são indispensáveis, pois é aí que a fêmea deposita os óvulos. O momento da desova é facilmente percebido, os peixes ficam agitados, os machos começam a perseguir a fêmea próximo a raízes das plantas flutuantes, onde ela libera aproximadamente 800 óvulos, sendo imediatamente fecundados pelo macho e assim que se encerrar, os peixes adultos serão retirados do aquário, para não devorar a cria. Os alevinos nascem cerca de 10 dias após a desova e ficarão pendurados por meio de um fio protéico na vegetação, durante 48 horas absorvendo o saco vitelino. Passado esse período podem ser alimentados com infusórios. Com 18 dias já medem 2,5 cm e poderá ser acrescentada a sua dieta dáfnias, até que completem 2 meses, quando então serão alimentados como peixes adultos.

Tags: Carassius auratus, kinguio, king, peixe japonês, peixe dourado, aquário, água doce, ciprinídeo.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites