Seja bem-vindo. Hoje é

Traíra



Traíra (Hoplias malabaricus)



Habitat: Vivem em águas paradas nas represas, lagoas e brejos em todo o Brasil. Têm alta resistência a locais com pouco oxigênio. Podem atingir até 60cm de comprimento e 4,0 Kg de peso.
Técnicas de pesca: Na maneira mais tradicional de se pescar Traíras deve-se utilizar um varejão de bambu de aproximadamente 4,0m de comprimento, linha de 0,40mm de diâmetro, bóia, empate de aço com 10cm de comprimento e um anzol com tamanho de 1/0 a 6/0. Como iscas, deve-se utilizar: lambaris, rãs e miúdos de frango. Outra forma de se pescar, é utilizando equipamento de ação média, composto por uma vara para linhas de 10 a 20Lbs, um molinete ou carretilha que comporte 100m de linha 0,40mm de diâmetro, um empate de 10 cm de comprimento e iscas artificiais. As melhores iscas serão: plugs de superfície, plugs de meia água e spinner baits. Procede-se arremessando-se as iscas naturais ou artificiais em locais onde haja paus, pedras e capim.
Dica: Tome sempre muito cuidado com os dentes da Traíra, pois ao morder ela dificilmente larga, tendo muitas vezes que ser morta para abrir a boca.
Melhor época: As Traíras se alimentam com maior freqüência no verão , quando a temperatura ambiente é mais elevada.

0 comentários:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites