Pampo



Pampo (Trachinotus spp)


Habitat: Podem ser encontrados em todo o litoral brasileiro sendo que se subdivide em cinco espécies. Freqüentam locais próximos à formações rochosas e praias na região em que as ondas estouram. O formato arredondado do corpo, faz com que este peixe tenha muita força, promovendo grandes corridas quando fisgado.
Técnicas de pesca:
a) Embarcada: Deve-se utilizar equipamento de ação média, composto por uma vara para linhas com resistência de 10 a 20Lbs, um molinete ou carretilha com capacidade para 100m de linha com 0,40mm de diâmetro e anzóis de haste curta e tamanho 4/0. O chumbo deve ter seu peso variando de acordo com a correnteza e deve correr pela linha.
b) Da praia: Deve-se utilizar um equipamento composto por uma vara de 3 a 4,2m de comprimento, um molinete ou carretilha com capacidade para armazenar 150m de linha com 0,25mm de diâmetro e anzóis com haste curta de tamanho 2/0 ou 3/0. A chumbada deve variar com a correnteza e distância do arremesso.
Dicas: Tanto para a pesca de praia quanto para a pesca embarcada, deve-se utilizar como isca, a que mais fácil for encontrada na região (camarões , peixinhos, etc.), já que é a que o peixe está acostumado a comer. Os chicotes devem ser um pouco mais compridos e as pernadas maiores que 50cm para que a isca fique mais longe do fundo, a meia água, onde os pampos costumam atacar com mais freqüência.Melhor época: Nos meses mais quentes do ano: novembro, dezembro, janeiro e fevereiro.

Tags: Pampo, peixe, pescaria, água salgada, dicas.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites