Dupla troca



Como não perder tempo na hora da troca das garatéias

Por: Maicon Bianchi
Foto/Ilustração: Aquivo Pesca & Companhia
Publicado em: 12/2010


Quando vou atrás de tucunarés, dourados e outras espécies de grande explosão e arrancadas fortes com iscas artificiais troco as garatéias dessas iscas por outras mais resistentes (4x forte).

Isso acontece porque algumas iscas vendidas no mercado, principalmente as importadas, possuem garatéias fracas que não aguentam muita tração.

Para não perder tempo nesse momento uso um alicate especial (com uma saliência no bico que facilita a abertura da argola da isca) e após abrir, encaixo imediatamente a garatéia reforçada na argola e começo a girar no sentido da garatéia original. Assim, enquanto à garatéia original sai, a garatéia reforçada fica em seu lugar dentro da argola.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites